2 de dez de 2016

Diplomação de eleitos em São Francisco de Assis será na próxima segunda

A solenidade de diplomação dos candidatos eleitos do município de São Francisco de Assis ocorrerá na próxima segunda-feira (05/12), às 18h na Câmara Municipal de Vereadores. Na ocasião serão diplomados o prefeito, o vice-prefeito e os 11 vereadores. Já em Santiago a diplomação ocorrerá no dia 15 de dezembro, a partir das 19h no auditório da URI de Santiago.

1 de dez de 2016

Posição sobre a votação das 10 medidas contra corrupção na Câmara dos Deputados

Na madrugada da última quarta-feira (30/11) o Brasil assistiu um golpe contra os interesses da população que invadiu as ruas do país em um clamor único pelo fim da corrupção e dos desmandos de um governo que fez dela sua forma institucional de governar, com acordos e mais acordos que até Deus duvida. O que acontece é que de lá pra cá muito pouco mudou. Prova disso foi o resultado da votação do projeto das 10 medidas contra a corrupção, apresentadas pelo Ministério Público Federal e abonadas por mais de dois milhões de brasileiros. A Câmara dos Deputados teve a oportunidade de aprovar um verdadeiro projeto de combate à corrupção, mas acabou por transformá-lo num inaceitável instrumento de vingança para tirar a autonomia dos promotores e juízes que estão passando o Brasil a limpo através da operação Lava Jato. A aprovação do crime de responsabilidade pra juízes e promotores é justamente o que os investigados na Lava Jato querem, como o ex-presidente Lula que insiste que quem tem que ser preso não é o corrupto que rouba, mas sim o juiz que o prende. Dai entendemos os votos massivos da bancada do PT, entre outros partidos (muitos votos do PP, meu partido). O Judiciário hoje é uma corporação gigantesca, repleta de privilégios e regalias, que claro, devem ser combatidas, mas ontem não era o momento, não era o momento de se aprovar algo visto que o país passa por uma das maiores investigações de crimes de corrupção da história mundial, onde muitos políticos tentam de várias formas barrar o crescimento e a independência dessas investigações. Esse crime de responsabilidade vai ser a tábua de salvação desses figurões que mandam e desmandam na política brasileira há muito tempo. O povo pediu punição aos corruptos, os políticos entregaram punição aos investigadores. A Lava Jato não pode parar no meio do caminho!

28 de nov de 2016

Movimento Mudemos questiona coerência de Luciana Genro

Clique na imagem para ampliar.
O movimento Mudemos que reúne estudantes liberais e conservadores questionou a coerência de Luciana Genro que diz defender a democracia, mas endeusa um ditador como Fidel Castro. Para acompanhar o Mudemos clique em https://www.facebook.com/mudemos/ e ajude a mudar o BRASIL!

27 de nov de 2016

Sobre a comemoração da morte do ditador Fidel Castro

Ditador de Cuba, Fidel Castro e a ex-presidente Dilma, sua aliada no Brasil. Veja a incoerência do líder ditador comunista, usando um belo casaco da marca Adidas, uma das maiores marcas do capitalismo. Fidel não permitiu seu povo usufruir o conforto do capitalismo, mas ele e seus familiares usavam e desfrutavam de todo conforto e de todo luxo possível.
Muitas pessoas se surpreendem ao ver multidões comemorando a morte de Fidel Castro, mas é assim mesmo que reage o povo oprimido, que sofre com um regime totalitário que mata seus adversários e a todos aqueles que divergem do ditador, que divergem de um regime que combate a todas as liberdades, como a livre expressão e todos os outros direitos individuais como opção sexual. Os “líderes” da esquerda brasileira que dizem lutar por democracia, por diversidade sexual, contra a “opressão”, em defesa de direitos humanos, entre outras coisas, são os mesmos que gritam aos prantos “Viva Fidel, Viva Che Guevara”. Essa é a maior contradição e demagogia do discurso da esquerda, que tem como ídolos o ditador cubano Fidel e seu aliado argentino, Che Guevara, que juntos são um dos maiores inimigos da democracia e dos direitos humanos, que no poder lideraram inúmeras perseguições a homossexuais, a jornalistas, a adversários políticos e a todos aqueles que questionavam o regime comunista. O “paredão” de fuzilamento era o fim de todos eles, o mesmo “paredão” que foi sugerido pelo ex-petista e hoje líder do Partido Comunista do Brasil, Mauro Iasi, aos que divergem do comunismo. Fique atento a quem você escolhe como líder, como ídolo. Não se defende democracia defendendo e endeusando um ditador como Fidel Castro ou Che Guevara!

25 de nov de 2016

Opinião do editor: parcelamentos salariais dos servidores públicos do RS

Palácio Piratini, sede do governo estadual do RS.
Tenho me deparado com inúmeros posts nas redes sociais sobre reclamações de pessoas que estão atrasando seus compromissos em função dos parcelamentos salariais de servidores públicos do RS, em todos começam com a seguinte colocação “por causa do governador...”. Esses parcelamentos são de uma brutalidade terrível com os servidores, mas eu pergunto se os parcelamentos estão sendo feitos por culpa do governador ou por culpa de uma crise financeira histórica que massacra as finanças do nosso estado, ou por causa da irresponsabilidade fiscal e por gestões populistas que endividaram o governo, sem falar da criação desenfreada de cargos de confiança pra acomodar a “companheirada”. Tivemos governos como o último que gastava mais em publicidade e propaganda do que em segurança pública, um serviço essencial pra todos nós. É uma bola de neve de horrores que acumula irresponsabilidade e incompetência que rola a mais de 40 anos e estourou de vez agora, por isso medidas amargas estão sendo tomadas e acredite, político algum faria isso por acordar pela manhã e ao se olhar no espelho pensasse “nossa, vou ferrar com os servidores hoje”, não. Foi por causa de políticos que pensavam nas próximas eleições e não nas próximas gerações, por políticos que pensavam em suas popularidades e não em estancar a gastança descontrolada de dinheiro público, que chegamos aqui nessa situação. Sempre digo que dois erros não fazem um acerto e o governador acumula muitos deles, mas o parcelamento acredite, não é só culpa dele. Os números fiscais do Rio Grande do Sul seriam causa de uma revolução em outros países. A folha de inativos é maior que a folha de ativos há muito tempo. Não é um governo estadual, é um provedor de rendas. Por isso é preciso reduzir a máquina pública pra cuidar bem dos serviços essenciais que são saúde, educação e segurança. É necessário cortar estruturas ineficientes que não produzem serviço algum pra população e só ajudam a aumentar os gastos e a dívida do nosso estado. Um dos erros do governador foi não fazer isso antes, mas fará agora. Questiono como qualquer um de vocês se algumas dessas medidas apresentadas pelo governo poderiam ser diferentes ou não, se algumas poderiam ser mais agudas e outras talvez mais amenas, mas o que destaco é que diante das condições das finanças estaduais é mais do que necessário aceitarmos as medidas, ou é isso ou os servidores terão sua remuneração mais ameaçada, além de termos ainda mais endividamento e serviços públicos prejudicados no futuro. O gringo governador está se sacrificando politicamente, sabendo da impopularidade gerada por essas reformas, sabendo também que não se elegerá mais nem pra sindico de prédio. Seria irresponsável se fizesse como o outro, o antecessor Tarso Genro do PT que não quis tocar no abacaxi e preferiu gastar fortunas em publicidade e propaganda de seu governo pra mascarar e maquiar a real situação das finanças do RS, que preferiu sugar tudo que pôde e o que não pôde de empréstimos e financiamentos com juros absurdos, fazendo crescer ainda mais a divida pública estadual, comprometendo receitas e fazendo dívidas e mais dívidas pro futuro governo inclusive. O problema do RS não surgiu no último governo, isso é verdade, mas se este tivesse continuado o processo de reestruturação da máquina pública, se não tivesse aumentando os gastos com cargos de confiança em 70%, o que custava mais de R$ 10 milhões por mês aos cofres públicos, talvez hoje não tivéssemos com salários parcelados. Não vivemos em uma bolha e sei o quanto é penoso ver seus compromissos vencendo e não ter como pagar, mas acredite que a culpa não é só do governador.
• Antes que alguém que não me conheça fale, eu não sou do PMDB e nem cargo de confiança do governo e muito menos candidato a algum deles. Também sei que este posicionamento só gerará a mim desgaste e antipatia de muitos, mas prefiro falar o que acredito a mentir ou me omitir pra agradar os outros. Não costumo jogar pra torcida!

20 de nov de 2016

O futuro do PP

Eduardo de Santo Ângelo, Vitinho de Porto Alegre, eu, Carlos Alberto de Uruguaiana e Fabiano de Arvorezinha.
Ao lado dos meus irmãos da nossa Juventude Progressista Gaúcha, que fizeram um grande trabalho nesta eleição, mostrando que essa nova geração de líderes do PP está preparada para fazer as mudanças que a nossa sociedade precisa. Na foto estão comigo líderes Eduardo de Santo Ângelo, Vitinho de Porto Alegre, Carlos Alberto de Uruguaiana e Fabiano de Arvorezinha, faltou só o Marco Jacobsen de Santa Maria e o Vinícius Loureiro do Alegrete, entre outros. Orgulho desse time!

17 de nov de 2016

4 anos da EMEI Mary Lopes Peixoto

No dia da inauguração ao lado do Dr. Valdir, Antônio e do ex-prefeito Cássio.
Essa foto foi tirada no dia da inauguração da Escola Municipal de Educação Infantil Mary Lopes Peixoto, onde eu estava com Dr. Valdir Amaral Pinto, Antônio Cordeiro e o ex-prefeito de Santiago Cássio Peixoto, filho da homenageada. A EMEI Mary Peixoto completou nesta semana seus 4 anos de funcionamento e representa grandes avanços na educação infantil pública. Parabéns a todos os professores, funcionários e demais profissionais que se dedicam a construir uma educação pública de qualidade, começando na base. A construção de uma escola de qualidade é fruto do comprometimento dos profissionais e das famílias, que a ela dedicam suas vidas!

9 de nov de 2016

Santiago respira cultura e literatura com a sua 18ª Feira do Livro


Começou nesta quarta-feira (09/11) a 18ª Feira do Livro de Santiago, um dos momentos mais esperados do ano na cidade que é reconhecida por ser a “Terra dos Poetas”, cidade natal de grandes escritores e poetas como Caio Fernando Abreu, entre outros ícones da nossa literatura.
Até domingo (13/11), a Estação do Conhecimento vai abrigar 12 estandes de livros, incluindo livrarias locais e também de outros municípios, que opções e preços pra todos os gostos.
Além disso, a feira apresentará diversas atividades culturais como teatro, apresentações de dança, vídeos, exposições de arte, palestras e muito mais. A Feira do Livro de Santiago acontece de 09 a 13 de novembro no largo da Estação do Conhecimento. Participe!

Para conferir a programação completa clique AQUI.

7 de nov de 2016

Assisense participa do Estágio Visita em Brasília

Rogério nos estúdios da TV Câmara.
O assisense Rogério Ayres, acadêmico do 10º semestre do curso de Direito da URI de Santiago, foi selecionado para participar do programa Estágio Visita e esteve em Brasília para conhecer mais sobre o funcionamento da Câmara dos Deputados. A indicação foi feito pelo Deputado Heinze (PP/RS).
O programa que possibilita a universitários de todo o país acesso a conhecimentos relacionados ao funcionamento da casa legislativa e a forma de atuação de seus representantes, incentivando a participação democrática e o exercício da cidadania, ocorreu de 17 a 21 de outubro.
Rogério honrou as tradições do Rio Grande do Sul ao andar vestido com as roupas típicas da nossa cultura gaúcha, algo que chamou atenção dos funcionários e servidores do Congresso, que comentaram que durante os 16 anos do projeto, essa foi a primeira vez que um gaúcho andou por lá pilchado.

Parabéns ao amigo Rogério pela experiência que sem dúvida lhe acrescentou muito conhecimento e experiência em sua vida acadêmica.

3 de nov de 2016

São Francisco de Assis: vereador Wallao cobra atrasos de repasses pra saúde

Vereador Antônio Luis Wallao (PP/São Francisco de Assis).
O vereador assisense, Antônio Luis Wallao (PP) se posicionou cobrando os atrasos de repasses pra saúde. Confira o registro feito pelo parlamentar:

“Entendo a dificuldade financeira dos nossos governos, Federal e Estadual, que por muitos anos foram reféns de uma política fiscal irresponsável e sem controle, o que defino como oba-oba fiscal. Mas governar é escolher prioridades, sempre. Não concordo de forma alguma com os descasos na saúde pública, que deve ser a prioridade maior de qualquer governante, pois é o único recurso que as pessoas que mais precisam tem pra recorrer. Ouvimos sempre nas campanhas eleitorais que saúde, educação e segurança são prioridade dos nossos políticos, mas infelizmente não é o que vemos na prática muitas vezes. São atrasos e mais atrasos de repasses aos hospitais em todos os cantos do Brasil e do Rio Grande do Sul e cabe a nós, população, cobrar mais atenção dos governos com a saúde pública, compromisso com as nossas vidas!

2 de nov de 2016

Onyx será a grande aposta do DEM/RS pra 2018

Um dos deputados mais votados do Rio Grande do Sul, Onyx Lorenzoni (DEM), foi uma das maiores vozes de oposição aos desmandos do PT no Governo Federal, atuação essa que lhe deu visibilidade nacional. Hoje, o parlamentar é relator do PL 4850/2016 que trata das medidas de combate à corrupção, medidas essas sugeridas pelo Ministério Público Federal por projeto de iniciativa popular.
O DEM já trabalha focado em 2018 onde poderá apresentar candidatura própria na sucessão de Michel Temer. O nome preferencial do partido é o do Senador Ronaldo Caiado, de Goiás. Pra viabilizar o nome de Caiado o partido buscará construir palanque próprio em vários estados, dentre eles na Bahia, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

No RS o nome é Onyz Lorenzoni que já articula nomes pra Câmara Federal e Assembleia Legislativa, nomes esses que darão sustentação a uma candidatura ao Governo do Estado. As eleições de 2016 acabaram, mas os partidos já estão de olho em 2018.

1 de nov de 2016

Prefeito de Santiago deverá ser candidato a deputado em 2018

Júlio Ruivo deverá ser candidato a deputado estadual em 2018.


Fortalecido após a vitória de seu sucessor na corrida pela Prefeitura de Santiago, o atual prefeito Júlio Ruivo deverá sim ser a aposta do PP da Terra dos Poetas na disputa por uma vaga na Assembleia Legislativa do RS. Ruivo é um dos políticos mais tradicionais da cidade, tendo sido vereador, secretário municipal, vice-prefeito por dois mandatos e encerrará no dia 31 de dezembro oito anos como prefeito da maior cidade da região do Vale do Jaguari. O último representante do PP de Santiago no parlamento gaúcho foi Chicão Gorski, que foi vítima de um trágico acidente de carro em 2011. Chicão foi prefeito de Santiago por oito anos, oportunidade que tinha Ruivo como seu vice-prefeito.